Aprosmat

Profissionais do setor sementeiro região sul de Mato Grosso participam do curso de Amostrador de Sementes

31 de outubro de 2017 | Notícias

CURSO-DE-AMOSTRADORES---OUTUBRO-2016

Nos dias 30 e 31 de outubro, 32 profissionais responsáveis por introduzir no mercado variedades de sementes produtivas, melhor adaptadas e resistentes a doenças, participaram de uma edição do curso de Amostrador de Sementes.  No processo de avaliação da qualidade da semente, o papel do amostrador é fundamental para que os resultados de pureza, germinação e umidade sejam homogêneos e atendam as normativas especificas da Lei n° 10.711, de 2003.

Em sua oitava edição, e pela terceira vez contemplando colaboradores de diferentes sementeiras da região sul de Mato Grosso, o curso é ofertado pela Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat), na cidade de Rondonópolis, por meio do Fundo Mato-grossense de Apoio à Cultura da Semente (Fase MT). O treinamento é ministrado por mestres, pesquisadores que levam conhecimento teórico e prático aos participantes.

A especialista, Dr.ª Maria Laiene Moreira de Carvalho explicou sobre redução de amostras para um dado número de sementes, contagem manual, métodos de armazenamento de amostras, preparação da amostra média ou submetida, remessa da amostra média ou submetida, obtenção da amostra de trabalho, métodos e equipamentos utilizados na divisão da amostra de trabalho, condições gerais da amostragem, marcação e rotulagem, homogeneidade do lote de sementes e tamanho máximo do lote de sementes.

Já o professor da Universidade Federal de Lavras (UFLA), João Almir de Oliveira pontuou sobre, obtenção de amostras, intensidade de amostragem, metodologia para amostragem de sementes em recipientes, amostragem manual, processos de amostragem à mão, amostragem com instrumentos manuais, amostragem no fluxo ou durante o beneficiamento, amostragem com amostradores manuais e automáticos de sementes, amostragem especiais, amostragem para sementes transgênicas, amostragem para análise de sanidade e amostragem revertida.

Por fim, o professor Renato Mendes Guimarães fez definições sobre os princípios básicos da amostragem, responsabilidade do amostrador e da empresa produtora na amostragem de sementes junto ao Ministério da Agricultura, legislação especifica, garantia de qualidade e testes de heterogeneidade.

Para a professora Dr.ª, Maria Laiene Moreira de Carvalho, o amostrador de sementes é uma figura extremamente importante dentro do contexto da produção de sementes, pois é com base na amostragem que se consegue retratar as características de um lote de sementes. “Para saber a qualidade de um determinado lote é necessário um procedimento estatístico para representar a amostragem, e a forma correta de realizar esse procedimento é o que estamos ensinando por meio dos conhecimentos aplicados no curso”, disse.

Maria Laiene, também parabenizou a Aprosmat pela iniciativa e pontuou que a região sul de Mato Grosso precisa está capacitada, isso porque a maior parte dos produtores de sementes do estado estão região sul. “Essa região próxima a Rondonópolis tem um número grande de produtores de sementes. Essa iniciativa da Aprosmat é brilhante, ou seja, é o que todos deveriam fazer para formar os amostradores de sementes, tendo em vista que a amostragem é fundamental, e existe uma Lei ser seguida”, completou.

De acordo com a diretora executiva da Aprosmat, Andreia Bernabé a Associação tem uma preocupação constante com a qualificação dos profissionais que cuidam do manuseio diário das sementes repassadas aos produtores. “Sabemos que o setor sementeiro tem um grande rodizio de profissionais, por esse e tantos outros motivos decidimos trazer mais vez essa qualificação para atender as necessidades constantes das sementeiras instaladas na nossa região, que possui um significativo de produtores de sementes”, destacou a diretora.